Escola Sobrenatural RPG
Olá Convidado!! Seja bem vindo a Escola Sobrenatural RPG! Está pronto para se tornar um Sobrenatural? Ter Super poderes? Animais de estimação lendários? Combater ou se juntar ao mal? Então veio ao local certo! Registre-se ou faça seu Login e venha compartilhar essa aventura conosco! Nossa Equipe Staff: Teresa Guardflyer, ♦ Giovanni Flars™ ∞, Gabriel David, PacMaan, Mauricio Lightfade.


Poderes, animais mitológicos, Lutas... Isso é a Escola Sobrenatural
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Notrevis precisa de membros para seu exército; Caso queira participar, contate-o, ou a algum diretor.
Divulguem o fórum ao máximo de pessoas possível para que possamos crescer e tornar um fórum melhor para todos nós!
Vote em nós no Top 30 para que o fórum fique mais popular! Clique na imagem do Widget na lateral da página e votem!
Vote em nós no TOP 30!
Top30 Brasil - Vote neste site!
Top30, os melhores da Internet.
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
» Minha merda de tentativa de reescrever a fanfic Escola Sobrenatural
Seg Out 13, 2014 1:48 pm por Mauricio Lightfade

» Sugestão
Dom Mar 03, 2013 8:39 am por Mauricio Lightfade

» Crie sua ficha de inscrição
Seg Out 15, 2012 8:18 pm por vinichec

» Apresentações
Seg Out 15, 2012 8:03 pm por vinichec

» Despedidas
Dom Out 14, 2012 1:21 am por Giovanni Dragneel

» Teste de Nikky
Qua Out 10, 2012 8:28 pm por Nikky

» Missões da East-Wolf
Qua Out 10, 2012 8:25 pm por Nikky

» Reviver o forum ou não
Dom Set 30, 2012 7:03 pm por Mauricio Lightfade

» Area Flood
Sex Set 28, 2012 7:49 pm por reaper

Top dos mais postadores
Giovanni Dragneel
 
Teresa Guardflyer
 
Gabriel David
 
Mauricio Lightfade
 
reaper
 
Nightmare
 
Daniel [Riiu]
 
Thristen Behemoth
 
André Santos
 
Lupus Wild
 

Compartilhe | 
 

 Missões da East-Wolf

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Teresa Guardflyer
Faggot
avatar

Mensagens : 270
Data de inscrição : 30/01/2012
Idade : 16
Localização : Na sala comunal West-Wolf

Cartão Do Estudante
Seu nível:
529/1000  (529/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Missões da East-Wolf   Qua Fev 01, 2012 2:50 pm

Aqui os alunos da casa East-Wolf postam suas missões para ganhar níveis, pontos para a casa e dinheiro.
A primeira missão é:

Parece que um Diablo invadiu a escola, Descubra quem é o diablo e acabe com ele!


Informacões:
Diablos são especialistas em se camuflar pois podem se transformar em qualquer coisa. Mas na forma normal é um Humano com chifres, asas de dragão e pele vermelha


Prêmios:
2 níveis
Uma pontuação para sua casa de 0 a 10 pontos.
100 grana


aviso: Se você copiar o Texto de outra pessoa, não receberá prêmios nem pontos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
FenixOhara
Faggot
avatar

Mensagens : 18
Data de inscrição : 01/02/2012

Cartão Do Estudante
Seu nível:
505/1000  (505/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Qua Fev 01, 2012 4:59 pm

Depois de ter entrado na Escola Sobrenatural, e ja ter me inscrito, fui mandado para a casa de East-Wolf! Chegando la de cara me deparei com uma biblioteca enorme, e tão silenciosa que uma mosca voando, parecia ser de um animal gigante por causa de seu barulho, e como era novo não sabia onde estava, tive que chamar meu mascote, Shadow! Uma linda Águia Negra que vinha voando la de tráz de todas as pratileiras e chegou a mim:

Eu-Ei Shadow me ajuda aki, usa seu Raio-X e tira a gente daki!

A Águia entendeu a sua pequena missão e voou para o alto do biblioteca e usou sua visão de Raio-X, e facilmente saimos dali, mais após sairmos um susto! Depois da biblioteca tinha um "patio", e todo destruído, e depois de ver aquele desastre ouvi uma pessoa gritando

Estudante-Socoorroo! Socoooooooooorroooo
Eu- O que foi? Esta tudo bem com você?
Estudante- Ta mais algo vermelho passou aquii e destruiu tudo o que tinha aqui, não sobrou nada
Eu- Algo vermelho? Como assim explicaa
Estudante- Eu não sei dizer, mais parecia que tinha asa vermelhas tambem
Eu- Que que isso? Invasão dos power Rangers vermelhos?
Estudante- Não brinca com isso ele destruiu tudo, agora vai atras dele!
Eu- Ta, mais não vai pensando que manda em mim.Por onde ele foi?
Estudante- Pela esquerda logo ali, ele deve ter passado pela ponte que liga a outra torre onde tem o refeitório
Eu- Ok, ja estou indo la!

Depois de dizer isso sai correndo a direção da tal ponte que ele falou, mais senti uma sensação estranha no ar!

O estudante se transformou e virou o diablo

Diablo- HE HE HE

Chegando na porta enorme que liberava o portão gigante para a ponte um vóz se revela:

Diablo- Eeei garoto, não achava mesmo que eu tinha passado por ai não é?

Ele lançou uma bola de fogo enorme com grande poder de destruição em minha direção, e como tinha uma porta enorme atras de mim tive que enfrentar aquele monstro. A bola de fogo chegava mais perto cada vez mais, até que me acerta em cheio

Diablo-HE HE HE Achei que você seria um bom oponente! Adeus

Dizendo isso ele virou as costas para mim e ia indo embora, até ser acertado bom uma bola de fogo na cabeça

Diablo- Achei que tinha acabado com você, pelo geito você tem umas cartas na manga garoto! Agora sofra as consequências!

Nisso ele bateu as asas e subiu para o alto e soltou um jato de fogo no chão criando uma grande fumaça e assim ele sumiu, e as destruições continuaram la, e sabia que alguém ia ser culpado, e no rápido pensamento sai correndo em direção á grande porta que estava destruída pela bola de fogo enorme, e quase saindo fiquei aliviado por sair antes de se encrencar

Diretora- Parado ai garoto- disse ela tampando minha saída- Achou que ia quebrar tudo isso numa batalha e iria sair na boa né?

Eu- Mais tinha um monstro vermelho aqui e eu apenas derrotei ele

Diretora- Boa desculpa, essa foi a primeira vez que ouço essa ai, agora venha até minha diretoria, você vai ter que recompensar tudo isso que você fez de algum modo!

Ja na diretoria:

Diretora- Fale baixo garoto
Eu-O que?
Diretora- Ssshiii, fala baixo, a escola foi envadida e você vai ter que derrota-los
Eu-Aqueles bichos vermelhos?
Diretora-Sim, mais esta sendo muito dificil para nós acha-los, eles se disfarçam de alunos e andam pelos corredores livremente, mais tem um modo de identifica-los, só basta verificar a cara deles, geralmente eles não sabe desfrasar a emoção, sempre estão estranhos!
Eu-Ok, vou dete-los!

Depois de sair da diretoria bati as mãos no chão e fiz uma maquina como se fosse uma mochila ajato e usei ela para se movimentar mais rapido pela escola, até que vi uma pessoa parecendo estar feliz, e triste ao mesmo tempo, e como a diretora tinha falado poderia ser um deles!
Nessa hora usei uma habilidade de gelo, mandei uma bola de gelo no pé dele e espinhos de gelo subiram trancando ele la dentro

Eu- Fim de linha

O aluno se destransformou e caiu no chão

Diablo- AARRGHH, descobriram minha fraquesa :S.... Nããaaaoo

Eu- o.O Lo L, fraqueza a gelo? Não se fazem mais super vilões como antigamente..
Eu- SE PROTEJAAAAAM! IVASORES NA ESCOLA E VOU ATACAR TODOS DE UMA VEZ, SE PROTEJAAAMM!

Eu- Chegou a hora de testar minha nova habilidade! ZERO ABSOLUTO!

Na hora da habilidade fiz uma explosão de gelo em minha volta congelando tudo há minha volta depois disso, uma chuva de cristais de gelo enormes começou a cair, e os cristais eram envolvidos por um vento tão gelado que chegava destruir o chão só de relar. Os monstros todos foram derrotados pelos gelos, e como sempre, o mocinho tem que limpar a bagunça, entao pra agilizar apenas fiz um segundo sol que descongelou tudo e acabou inundando, mais eu acho que os monstros não voltam mais XD!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Teresa Guardflyer
Faggot
avatar

Mensagens : 270
Data de inscrição : 30/01/2012
Idade : 16
Localização : Na sala comunal West-Wolf

Cartão Do Estudante
Seu nível:
529/1000  (529/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Qua Fev 01, 2012 5:10 pm

Ótimo texto! Só faltava colorir para ficar mais legal. 10 pontos e premios
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
FenixOhara
Faggot
avatar

Mensagens : 18
Data de inscrição : 01/02/2012

Cartão Do Estudante
Seu nível:
505/1000  (505/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Qua Fev 01, 2012 5:12 pm

n colori pq confundi west com east e postei la na west e a cor sumiu quando copiei... malz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Dom Fev 12, 2012 5:10 pm

eu tinha acabado de chegar e foi na diretoria e pegeui uma missao e fui para a east wolf!chegando la eu dei de cara com uma bliblioteca e tinha uma mosca voando, parecia o barulho de um animal gigante por causa de seu barulho, ai eu pensei calma era so uma mosca, quando derrepente ouco uma pessoa corredo na minha direcao e me acerta em cheio
eu-ei olhar por onde anda]
estudante-fuja tem um monstro vermelho destruido tudo
eu-monstro vermelho como ele era ?
estudante-era vermelho,com um par de chifres e asa
eu-vou procuralo pela casa
quando me viro para sair da bliblioteca o estudante se transforma no diablo
diablo-hehehe
quando eu me viro o diablo joga uma bolar de fogo e eu uso minha habilidade de controlar o ar para desviar a bola de fogo
diablo-como vc desviou minha bola de fogo
eu-habilidade de controlar o ar
uso minha invisibilidade e vo para tras do diablo
diablo- onde esta voce garoto
uso minha habilidade suprema com armas e desparo uma saravaida de tiros contra o diablo e o diablo grita
diablo- aaa o que e isso estou dissolvendo
eu-balas banhadas em agua benta nuca saiu de casa sem elas
a bliblioteca estava toda destruida sabia que alguem ia ser culpado entao fui correndo para a porta da bliblioteca que estava destruida e sai
agora ele nao vao mais pertuba a east wolf nuca mais XD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teresa Guardflyer
Faggot
avatar

Mensagens : 270
Data de inscrição : 30/01/2012
Idade : 16
Localização : Na sala comunal West-Wolf

Cartão Do Estudante
Seu nível:
529/1000  (529/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Seg Fev 13, 2012 3:41 am

alexigor, não leve a mal, mas tem bastante palavras erradas, você acabou com o diablo muito fácil e nas informações não diz que ele tem fraqueza contra água benta. INválido. Sei que é seu primeiro texto, mas aprendemos com os erros

*Ass:

Clikem aê em meus Dragões:
Shadow, Male, Air. Byron, Male, Fire
Tetis, Female, Water Ryder, Male, Air
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Teresa Guardflyer
Faggot
avatar

Mensagens : 270
Data de inscrição : 30/01/2012
Idade : 16
Localização : Na sala comunal West-Wolf

Cartão Do Estudante
Seu nível:
529/1000  (529/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Qua Fev 29, 2012 5:14 pm

Segunda missão

Fantasmas. Podem parecer tão ridículos, mas de perto e batalhado com eles, que problemáticos. São 10 fantasmas, você não pode tocá-los e não pode ataca-los. Como expulsá-los? Tem um líquido na camâra secreta (Área que ainda vou criar no fórum) que faz algo não sólido ficar sólido. Assim, uma gota em um fantasma é suficiente para ele ficar sólido e poder ser destruído.

Fantasmas podem:
Entra em sua mente e te influenciar a fazer coisas; Te paralisar de medo quando olhar diretamente em seus olhos; Criar energia escura; Fazer a temperatura cair.


Prêmios
0 a 10 pontos para sua casa
500 grana
0 a 10 níveis dependendo do texto.

*Ass:

Clikem aê em meus Dragões:
Shadow, Male, Air. Byron, Male, Fire
Tetis, Female, Water Ryder, Male, Air
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thristen Behemoth
Aluno Avançado
avatar

Mensagens : 54
Data de inscrição : 03/03/2012
Idade : 21
Localização : Monte Olímpo

Cartão Do Estudante
Seu nível:
145/1000  (145/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Dom Mar 04, 2012 4:28 pm

Já era tarde da noite e o, com sono, mas com certa teimosia a dormir, Thristen no Griffon ainda perambulava pelos corredores. Ao passar por um longo corredor, o jovem se vira a um espelho. Aparentemente normal, porém, de repente um frio percorrendo seu corpo e subitamente, o espelho começou a ser coberto por uma fina camada de gelo e o hálito do jovem poderia ser avistado saindo de suas ventas em forma de um vento branco, sinal da queda súbita da temperatura do local. Ficou imediatamente claro para o garoto que aquilo seria nada menos que fantasmas, porém a caminhar poucos metros, Thristen observa os fantasmas perambulando sobre o teto. Ainda não lhe haviam notado, porém, mesmo com o elemento surpresa, o jovem não conseguiria causar nenhum dano aos espectros. Lentamente o garoto se movimenta em direção ao final do corredor, tentando rumar em direção a sala de poções que seriam suas esperanças, porém, ao chegar na mesma, veria a realidade lhe "bater" a porta na cara. Todos os frascos, potes e ingredientes estavam destruídos e assim não haveria como gerar uma poção sepulcral para tornar os fantasmas atingíveis. Como um míssil, uma idéia lhe percorre. Dizia a lenda que nas profundezas da Câmera Secreta, uma poção antiga porém ainda efetiva se encontrava. A mesma teria o poder de tornar os fantasmas atingíveis. Sem pestanejar e seguindo algumas informações que lhe foram dadas pelos livros de história, o jovem chega até o banheiro feminino. Tal local não seria nada "confortável". O cheiro de maquiagem e perfumes impregnava o ar e alguns objetos ainda permaneciam sobre a pia. Aproximando-se lentamente e fala, imitando um ofidioglota:
-Él Ssssei!
Lentamente toda a pia e abri e demonstrava um túnel para o fundo de um local desconhecido. Sem pestanejar, o jovem se atira no túnel, tomando fé nas antigas lendas. Não podendo nem contar até 10, o jovem se vê caindo sobre um amontoado de ossos que amorteceria sua queda. Apos se levantar e limpar suas roupas que estariam sujas pela poeira dos ossos, o jovem marcha em direção a centro da Câmara. Perante uma estatua de um homem barbudo, haveria uma pequena taça com uma poção azul escuro. Ao tocar na taça, todos os 10 fantasmas surgiriam a volta do jovem, como se estivessem de guarda para que ninguém pudesse lhe impedir, subitamente todos eles avançam sobre Thristen que tem seu corpo domado pelas criaturas. As mesmas começam a falar em seus ouvidos tirando sarro do garoto, então, começam a bolar formas de terminar com a poção. Todos em coletivo começam a dizer "vamos fazê-lo beber!". O braço do jovem se move lentamente até sua boca aonde vira toda a poção. Sem poder resistir ao controle de 10 fantasmas ao mesmo tempo, o jovem agoniza pela dor de seu corpo absorver os nutrientes da poção. Contentes pelo aparente fim do jovem, os fantasmas deixam o corpo dando risadas continuas, porém, talvez por coincidência ou por um milagre, o liquido seria absorvido pelo corpo fazendo as veias do jovem saltarem e seu coração acelerar. O mesmo calcula o grau de distribuição dos nutrientes pelo corpo. O mesmo se vira a primeiro dos fantasmas (o mais próximo) e sacando sua espada, corta a palma da sua mão, assim deixando o sangue contaminado pela poção sobre a lamina. O jovem avança pelo fantasma que subestimando o jovem se deixa ser atingido no estomago, porém, o mesmo desconhecia das novas propriedades do sangue do jovem e teve seu “estomago” atravessando pela lamina. Subitamente, o fantasma se tornou uma massa negra que se dissipou no ar. O jovem fala lentamente enquanto levanta a lamina em direção aos inimigos:
-Mesmo que eu ande entre o abismo da dor e da morte, nada me atingira, pois o senhor é meu pastor...
O jovem contrai seu corpo e começa a liberar fortes correntes de Ki. A energia começa a trepidar em todo o local fazendo a caverna inteira responder ao chamado da energia (todos os seres vivos do local ficaram agitados). De repente... Um clarão. Apenas uma poça de sagneu restara sobre o chão. No local, 8 dos 9 fantasmas restantes virariam uma fumaça negra e desapareceriam. Apenas um deles residiria com uma espada coberta do sangue do jovem. O fantasma olha para o garoto e fala:
-Você é lento... Em apenas alguns instantes eu consegui lhe cortar do peito ao ombro facilmente. E enquanto estava em choque, eu eliminei esses estorvos que não paravam de rir e gritar... Bom... Agora com eles mortos e eu banhado no seu sangue... Finalmente sou tocável novamente e assim... Posso usar as minhas verdadeiras habilidades... Prepare-se... Pois você verá o poder do Espectro das Bestas...
O fantasma, antes moribundo, agora toma a forma de um homem jovem com uma reluzente armadura negra com detalhes roxos. Ao caminhar na direção do jovem que estaria estancando o sangue, o barulho do toque do metal de sua armadura seria leve, mas presente no local. O mesmo levanta a mão e um raio de energia negra vai na direção do jovem lhe acertando o peito. Lentamente, o jovem se recompõe e fica de pé. Empunha sua espada e olha firmemente para o demônio a sua frente. Aquele homem rapidamente retira uma espada medieval de uma pequena bainha em sua cintura e ao contrario da bainha, a espada seria enorme (30 cm de largura, 1,50m de altura). Mais parecia um pedaço bruto de metal afiado do que uma espada. No primeiro movimento do homem, uma fenda se abriu ao lado de Thristen que mal pode acreditar quando o homem ergue aquela arma com apenas um dos braços. Novamente, o fantasma tenta lhe golpear, porém, agora ele não estaria vindo com a intenção de testar seu corte... Ele estaria movendo sua espada para matar o jovem Behemoth. Usando apenas seu instinto, Thristen desvia para o lado. O mesmo tem parte de sua camisa cortada pela lamina que teria um fio inacreditável. O jovem avança com sua lamina sobre o guerreiro que mesmo poderoso, ainda era lento agora que estava usando armadura e espada. O jovem se aproveita de uma abertura que o giro do braço causaria para enfiar a lamina (ainda coberta de sangue) para dentro daquela armadura e assim matar o inimigo, porém, o fantasma utiliza da própria espada para se defender e com sua outra mão, ele lança mais uma porção de energia negra no jovem, assim lhe lança vários metros a distancia. Se recompondo, o jovem concentra toda a sua energia em um ataque final. Concentra todo o seu Ki na ponta da sua lamina dando um brilho azulado a mesma. Usando suas forças humanas, o jovem corre na direção do fantasma que, aparentemente, aceita o desafio e concentra todas as suas forças na ponta da espada e assim, dando um brilho negro a mesma. Quando estariam a curta distancia, os dois fazem movimentos circulares e lançam suas energias uma contra a outra. A energia de Thristen teria a forma de um dragão chinês com dois chifres de touro, uma pele feita de escamas grossas e afiadas e um par de assas realmente grandes. A energia do fantasma teria o formato de um hidra de 6 cabeças. O choque dos golpes causaria uma explosão de proporções medianas, fazendo toda a caverna tremer e ameaçar cair. No final de tudo, o jovem estaria caído no chão... Sobre a poça de seu sangue. O espírito teria a metade de sua armadura destruída e um dos seus braços decepado. Ele olha para o garoto e sorri de força sarcástica e pacífica. Olhando para o teto e para um luz branca e invisível, o moribundo fala:
-Parece que chegou a minha hora... Garoto... Você foi o primeiro que sobreviveu ao meu derradeiro golpe... Ficaria feliz de velo outro dia... Mas... Espero que não seja logo... Viva mais alguns anos... E quando nos encontrarmos no paraíso... Nós lutaremos de novo, mas dessa vez não irei me segurar...
Cerca de 5 horas depois da grande batalha, um grupo de professores lhe achou quase morto na Câmara Secreta. O jovem estaria frio e com dificuldade de respirar. Após ser levado a enfermaria teve seu corpo curado. A lamina que foi usada pelo mesmo para matar o fantasma estaria ao seu lado. Após a visão de sua espada, o jovem cai em um sono profundo.

*Ass:


Obrigado a tds que clicaram sobre o Tauros, meu dragão. Agora peço que cliquem sobre a imagem dele já nascido para que o mesmo evolua mais rápido ^^
Obrigado ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Teresa Guardflyer
Faggot
avatar

Mensagens : 270
Data de inscrição : 30/01/2012
Idade : 16
Localização : Na sala comunal West-Wolf

Cartão Do Estudante
Seu nível:
529/1000  (529/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Dom Mar 04, 2012 4:57 pm

Uau, cara ta demais! Prêmios adicionados 10 pontos para sua casa

*Ass:

Clikem aê em meus Dragões:
Shadow, Male, Air. Byron, Male, Fire
Tetis, Female, Water Ryder, Male, Air
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lupus Wild

avatar

Mensagens : 37
Data de inscrição : 14/02/2012
Idade : 17
Localização : Pátio da Escola Sobrenatural

Cartão Do Estudante
Seu nível:
100/1000  (100/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Sex Mar 30, 2012 7:45 pm

Citação :
Fantasmas. Podem parecer tão ridículos, mas de perto e batalhado com eles, que problemáticos. São 10 fantasmas, você não pode tocá-los e não pode ataca-los. Como expulsá-los? Tem um líquido na camâra secreta (Área que ainda vou criar no fórum) que faz algo não sólido ficar sólido. Assim, uma gota em um fantasma é suficiente para ele ficar sólido e poder ser destruído.

Lupus
Giovanni
Teresa
Sacerdote Spenser
Fantasmas
Batalha
Narração

Pov. Lupus:

Acordei já na Ala Hospitalar novinho em folha, lembrava que tinha perdido uma batalha contra André. Me levantei e fui refletir. Dei um salto para uma das grandes copas do pátio da escola e fiquei pensando por um bom tempo sobre o poder com que André me atingiu. Acho que, aquilo, antes de me pôr em depressão, só me deu motivação para continuar e seguir mais forte para uma revanche.
Lembrei do meu último momento de respiração ali, pude ouvir André dizer algumas palavras, algo parecido com "Os canalhas vão surpresar o complemento." mas não fazia sentido. Acho que ele quis dizer outra coisa e eu não prestei atenção. Saltei sobre outra árvore e comecei a olhar para o pôr do sol, era uma forma minha de me ajudar a refletir. Deitei sobre um tronco e fechei os olhos para pensar melhor.

_ O que será que ele quis dizer?

Fiquei pensando aquilo por uns 3 minutos quando meus pensamentos começaram a mudar e eu dormi.

Fim da Pov. Lupus:

Lupus passou 30 minutos pensando no que André havia dito, e depois dormiu. Uma nota: Lupus não dormiu de sono, pois não era de ter sono a tarde. O jovem se levantou do tronco, sonâmbulo, e escorregou na árvore, pairando sobre o solo. O pessoal estranhou porque ele estava de olhos fechados e foi andando rapidamente para o Salão Comunal. Chutou a porta de entrada, tão forte que quando ela virou, bateu no nariz de um garoto, que começou a sangrar. Ele se irritou e tentou atacar Lupus com um soco na cara, sem sucesso. O soco atingiu a cara de Lupus, mas não fez efeito aparente. Parecia que ele havia sentido por revidar com uma cotovelada na orelha do garoto, fazendo-a sangrar, também. O garoto só gritou e foi pegar um remédio para curar o ferimento.
Ninguém ousava atacar Lupus, até que, seu mestre Giovanni Flars e seu outro aluno, Thristen Behemoth chegaram no Salão e viram Lupus naquele estado. Thristen tirou logo sua espada da bainha e colocou um pé a frente, mas Giovanni fez um gesto para ele cessar.
Lupus parou de andar um pouco perto de Giovanni e fez uma posição ameaçando lançar um Kamehameha. Mas ele não controlava ki, como isso era possível? A energia começou como o Kamehameha, Thristen e Giovanni se afastaram e começaram a voar para fora da escola, para não destruir nada. Lupus também foi para o teto, ainda com o suposto Kamehameha carregando, até que seus oponentes também carregaram um Kamehameha.
Em questão de centésimos, a esfera da mão de Lupus se tornou flamejante e com tons e contorno roxos. Giovanni e seu aliado pararam de surpresa, até que, rapidamente, Lupus disparou a esfera que passou rasteira no chão. Giovanni lançou uma rajada de campo de força, mas Lupus revela que, na verdade, aquela esfera era a técnica de Invocar Amaterasu. Os dois tinham baixado a guarda, então foram queimados pelas Chamas Negras.
Lupus estava de olhos fechados, então não teve sua visão prejudicada. Lupus deu um sorriso de satisfação e irônico, quando percebeu algo atrás dele: Era Teresa, atirando uma flecha de sono, que, intencionalmente era para bater em suas costas, mas acertou o coração de Lupus.

- NÃO! AH, MEU DEUS! O que eu fiz??? - Dizia Teresa, cheia de lágrimas do rosto.

- Lupus!!

Teresa estava cheia de culpa, e confusa ao mesmo tempo. Seu Arco e Flecha nunca errou um alvo! Mas para tudo tem uma primeira vez. Naquele instante, os três jovens (Thristen, Teresa e Giovanni) viram uma coisa estranha sair do corpo de Lupus, estava vindo do furo no peito de Thristen. Acharam que era sua alma saindo, mas as almas sobrenaturais eram cor púrpura cintilantes, e o que saiu dali era branco com partes azul-escuro.
Estava subindo lentamente para o céu. Thristen achou aquilo suspeito e lançou uma bola de energia, que passou direto pela suposta alma. Eric (um garoto qualquer) absorveu aquilo e colocou num pote para analisarem depois.

1 dia depois...

Já eram 15:00 da tarde, estavam fazendo o ritual de morte de Lupus. Um sacerdote falava uma língua estranha, e Lupus começava a acordar... Não, ele não estava falando palavras de cura, mas sim para os deuses encaminharem a alma dele para um lugar sagrado. Lupus acorda e sente esparadrapos do lado esquerdo de seu peito, sem entender. Virou o rosto e viu que estava sendo descido a uma "fogueira" de fogo espiritual:

- Ei! Ei, galeraaaa!! Me tirem daquiiiiii!!! Oooooww!!! Eu tô vivoooo!!

- Lupus? Lupus, é você mesmo, você tá vivo! Graças aos deuses!

- É, é, eu tô vivo, agora me tirem daqui agora!!

Todos se surpreenderam e se levantaram, sem saber o que tava acontecendo. O sacerdote apagou o fogo e eles começaram a conversar:

- Muito bem, garoto, quero que me conte o que aconteceu.

- E-eu ia dormir, quer dizer, pensar sobre uma coisa, e... Do nada eu apaguei.

- E não viu nada antes de dormir?

- Não, eu... Peraí. Eu acho que vi, sim! Vi uma coisa branca de contorno azul chegando perto, e quando eu tava pensando sobre a batalha, eu lembrei que meu oponente dizia mais ou menos assim: "Os canalhas vão surpresar o complemento.". Tô confusão...

- Os canalhas vão surpresar o complemento? Tá louco?

- Deve ser um tipo de enigma. Hm... Garoto, pense no que você estava pensando. Relaxe sua mente. Façam silêncio.

Pov. Lupus:

Fechei os olhos e o sacerdote pôs suas mãos em minha cabeça, senti toda minha memória voltando. O momento que eu ia golpear o André, o momento que ele explodiu trovão... E o momento que ele falou as palavras. "Os fantasmas vão completar a surpresa" É isso!

- E aí? Lembrou de algo?

- Lembrei! Os fantasmas vão completar a surpresa! Só não sei o que isso significa... - Giovanni, Teresa e o sacerdote se entreolharam.

- São eles. Os fantasmas chegaram aqui na escola.

- Que fantasmas? Do que estão falando?

- Lupus... O que possuiu seu corpo foi um fantasma. Achamos que tivesse uma recaída para com o time de Notrevis. O que vimos sair do seu corpo foi o fantasma morrendo, por isso que você não morreu. Os fantasmas podem entrar em sua mente e te influenciar a fazer coisas; Te paralisar de medo quando olhar diretamente em seus olhos; Criar energia escura; Fazer a temperatura cair... Parecem idiotas, mas quando se trata desses fantasmas, o caso é sério.

- Entendi. Mas, se não dá pra tocar fantasmas, o que vocês pretendem fazer para derrotá-los?

- Tem um líquido na câmara secreta... Seu nome é Não-sólido-sólido. Se jogar só um pouco em algo que é líquido ou gasoso, ele vira sólido no instante.

- Vamos logo. Mas só um pode entrar na Câmara Secreta por vez, e... Nós não podemos entrar lá, Teresa.

- Sei... Vamos mandar um aluno para lá. Talvez o Thristen, ou o Percy...

- Eu vou. - Quê? - - Você ouviu. Eu vou. Quero me vingar desses fantasmas, e também eu nunca fiz nada pela escola, então... Essa é a chance.

- Não sei não...

- Vai por mim, mestre! Não vou decepcioná-los!

Eles concordaram e me deixaram ir. Teresa me guiou até a Câmara Secreta e abriu uma caixa com os potinhos, me deu 3.

- *Suspiro* Boa sorte, Lupus. Aqui. A Espada Dourada, usada somente em ocasiões especiais, por grandes guerreiros. Use-a. E também tem a minha bússola de Ártemis. Cuidado com ela (:

Peguei a espada pelo seu cabo, e ela se prendeu a minha mão e eu senti uma energia desconhecida em meu corpo, energia boa.

- Obrigado, diretora. Prometo que vou cumprir minha missão.

Corri pelos corredores numa velocidade impressionante, era a espada que me dava a velocidade.
Fui para uma área próxima aos campos da escola, onde a bússola indicava que os fantasmas estavam. Na bússola não mostrava nenhum por perto, então resolvi me transformar em um lobo para disfarçar, enterrei a Espada e coloquei a bússola amarrada numa pata traseira.
Corri procurando fantasmas, e nada. Pude sentir minha velocidade abaixar a cada segundo que passava, o mesmo acontecia com a temperatura local.

_ Será que tem fantasmas aqui?

Me destransformei e peguei a bússola amarrada no meu tornozelo, surpresinha: 5 Fantasmas pelo local. Me virei olhando em volta, e só vi as luzinhas azuis passando de um lado para o outro, e as gargalhadas insuportáveis dos fantasmas. - São eles - Pensei. Absorvi a areia e me dissolvi na mesma, procurando a espada. Assim que eu peguei-a, me destransformei e caí voando num montinho de areia que tinha por perto. (A areia é branca) Fui atingido por um golpe de energia de um fantasma. Me levantei e segurei a espada com firmeza.

- Afinal, vocês apareceram. Vamos lutar.

Fiz posição ameaçadora com a espada, em seguida, em grande velocidade apareci na frente de um fantama, que com um olhar irônico, disse:

Hahahahaha! Não pode nos tocar! Como planeja nos matar?

Hum... - Você verá - disse, ironizando mais ainda. Dei um giro super veloz pegando um frasco do líquido e joguei um pouco naquele mesmo fantasma. Num movimento rápido, fiz um poderoso corte em seu peito, fazendo-o voar. Os outros fantasmas ficaram chocados com aquilo e correram atrás de mim, no passo que eu fazia para re-atacar o fantasma caído. Cheguei nele e parei uma bola de fogo que fazia poucos milímetros de distância entre a minha mão energizando-a, e o peito do fantasma agora sólido, com medo. Fiz a bola crescer e a explodi, queimando por inteiro o fantasma, destruí mais 1.
Os fantasmas vieram com tudo lançando bolas de energia negra para cima de mim. Eram tantas que não teria como desviar, mas como eu conhecia a maioria dos segredos sombrios, materializei a Ruptura e juntei formando meus Nunchakus. Fixei uma ponta em uma esfera e outra em outra, e comecei a girar captando todas as pontas fazendo duas bolas de energia negra em cada ponta do nunchaku. Segurei com firmeza e lancei nos fantasmas, e de novo, rapidamente, joguei o líquido para cima que os atingiu.
O nunchaku colidiu com todos, mas nenhum morreu ou teve sérios danos. Os 4 fantasmas se juntaram em um círculo, cochichando algo. Corri na direção deles com a espada empunhada e quando eu cheguei perto, todos saíram e um apareceu atrás de mim, me segurando; outro pegou a minha espada e os frascos; os dois outros começaram a me golpear no rosto;


_ Não vou fazer papel de otário aqui.

Incendiei meu corpo soltando o fantasma que estava me prendendo, daí eu fui logo para o que estava com minhas coisas, mas aí senti a temperatura cair tanto que eu me ajoelhei sem conseguir andar, muito frio. Esquentei novamente meu corpo, seria fácil resistir àquilo. Queimei areia à minha frente formando uma cúpula no fantasma ladrão, e eu explodi-a e peguei as minhas armas. Saltei para descer uma estocada nos fantasmas, mas para minha surpresa, um já estava na mesma direção que eu, e me golpeou no rosto com o punho de lado. Quase que eu solto a espada mas ela prendeu no meu pulso. Virei o pé na cara dele, mas ele desviou e jogou um feixe sombrio no meu peito, me empurrando com força. A areia iria amortecer minha queda? Que nada! Um outro fantasma fez uma rampa de energia, fazendo eu me desviar e cair nas pedras. Machuquei muito meu braço esquerdo, achei que não podia mais utilizá-lo.
Lá vinham os dois fantasmas. O outro apareceu embaixo da terra e prendeu meus pés no subsolo, o fantasma que vinha descendo deixou seu corpo envolto em trevas e investiu um golpe de costas contra mim. Tropecei para trás e bati a cabeça numa pedra. Não desmaiei, mas aquilo doeu pakas. O outro fantasma disparou um tipo de Kamehameha da escuridão em mim, mas eu dei uma cambalhota e desviei indo para o mar. Achei que eles não podiam me pegar lá. Os sólidos não, mas ainda restavam 4 que não tinham aparecido. 2 apareceram embaixo da água, fazendo-a ficar muito, mas muito fria.
Um que estava fora entrou na minha mente novamente, mas daquela vez eu estava pronto e consciente do que ele tentaria fazer. Relaxei para poder "entrar em mim" e invoquei o Amaterasu na minha alma. Espantei o fantasma, matando-o. Agora só faltavam 6. Resolvi sair da água e Materializei a Juiz das Almas. Não dava para vê-los, então eu tinha que ser cautelosíssimo. Corri para o solo e me transformei em uma jiboia do deserto que tem 2 cabeças, uma na frente e outra atrás. O que eu não contava era a inteligência de um dos fantasmas de pegar a minha espada e desferir um golpe contra mim.
Se não fosse minha astúcia e velocidade em me transformar em uma mosca eu estaria perdido. O fantasma ainda estava com a minha espada, então me transformei num Centauro, dei um coice nele e peguei a espada. Preferi permanecer naquela forma de forte animal. Uma coisa que eu não sabia e que não queria que acontecesse, era que os golpes dos fantasmas surtiam mais efeito em animais mitológicos.
Os 6 disparavam freneticamente balas, bolas, feixes e outros golpes estranhos de trevas contra mim, e a maioria tava me atingindo, mas outros eu defendia com um escudo de fogo. Aproveitando a energia flamejante, disparei um turbo flamejante contra o fantasma sólido. Este morreu queimado porque eu passei uns 5 segundos atirando. Nesses mesmos 5 segundos, 6 feixes extremos me atingiram no mesmo lugar, eu me destransformei e fiquei paralisado ali, de dor. Um fantasma parecia montar um círculo negro, aparentava ser um ritual. 5 fantasmas se posicionaram em distâncias iguais no círculo, que foi mudando de cor para verde. Um tufão surgiu ali, os fantasmas foram sugados para dentro dele, e quando ele cessou, uma coisa, coisa mesmo apareceu ali. Era um bicho-papão.
Eu sabia que não devia pensar no meu maior medo, mas um fantasma estava escondido na minha mente e descobriu-o. Ele entrou no corpo do bicho-papão e de lá se transformou num Lobisomem.



Ao assumir aquela aparência, o bicho-papão olhou seu corpo com um olhar de estranho e insatisfeito, e depois olhou para mim:


- Um lobisomem? Tens medo de lobisomens? looooooooooooool (Na verdade ele disse "Auuuuu".)

- Ha-ha-ha-ha-ha... Eu não tenho medo de lobisomens... Eu TINHA medo de lobisomem quando era criança. Depois desse medo passar, não tenho mais medo de nada :hehe: Muito menos de fantasmas :yao:

- :haha: De todo o jeito, agora eu sou um animal bem poderoso, e seu medo vai tornar a surgir agora! Haaaa!!!

O lobisomem correu para me atacar. Peguei a espada que estava no chão, ele desferiu um golpe de garra contra mim, com a mão esquerda indo para a direita. Me esquivei e fiz um corte nele. Intencionalmente no peito, mas pegou no braço sem querer. Ele uivou e me socou de lado, me derrubando. Não fez tantos danos, e eu lancei uma Onda de Fogo na direção dele. O bicho-papão saltou e uivou muito, muito alto lançando uma onda de choque Super Sônica pra cima de mim.
Me contorci por causa da dor de cabeça momentânea, e não consegui me mexer por alguns instantes. Foi tempo suficiente para ele descer ao solo e começar a socar minha barriga. Segurei firme a espada e materializei a minha escopeta Ruptura, dei um tiro no peito do lobisomem para afastá-lo e comecei uma sequência de cortes flamejantes com a espada de ouro. O lobo tentava se defender com o braço, mas eu mudava para baixo e tudo mais. Ele mandou uma pulsação Sombria em mim, eu defendi com a espada e ela voou longe, mas eu ainda tinha a Ruptura.
Ele diminuiu uns centímetros depois de 8 tiros da Ruptura nele. Manuteni a Ruptura para nunchaku e usei a minha técnica Tempestade Uivante, golpeando a cabeça dele freneticamente. Ele escorregou para trás e eu usei a minha técnica do Amaterasu.
O bicho-papão voltou à forma dos 5 fantasmas - 5 porque quando ele diminuiu de tamanho foi porque 1 morreu - todos sendo queimados pelas chamas negras e tentando sair. Joguei logo o líquido neles.
Eu elevei o fogo e corri para pegar a Espada, transformado, agora, em gorila. 1 Fantasma morreu nas chamas negras, outros dois com as chamas negras + o corte com a espada e 1 morreu antes de eu elevar as chamas.
Só faltava um. Um único fantasma. Ah, era aquele fantasma. Aquele que tinha resistido ao Amaterasu e ao golpe de espada, aquele que tinha iniciado a roda de fusão... Aquele fantasma era... Como um outro qualquer :yao: Absorvi o ouro da espada e meu corpo ficou todo dourado e metalizado - ouro é um metal -, então, dei um soco causador de terramotos no fantasma. Este se chocou contra as pedras e foi exterminado.


Voltando para a escola SUPER cansado e machucado, dei a Espada e a bússola a Teresa, e eles me parabenizaram em conjunto. Ficamos conversando durante uns 3 minutos depois fui para a ala hospitalar. Missão cumprida.

- É... Ele vai ser um grande guerreiro.

Fim das Povs, fim do texto.

*Ass:

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Giovanni Dragneel
Faggot


Mensagens : 302
Data de inscrição : 07/02/2012
Idade : 19

Cartão Do Estudante
Seu nível:
786/1000  (786/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Sex Mar 30, 2012 8:15 pm

Texto incrível, parabéns! Vejo que levou a aula a sério, colocou mais vírgulas e cor. Valorizou bem, 10 pontos pra nossa casa, 500 grana e como você me pediu, troquei a Scarlet. Bônus + 10 Lvls.

*Ass:

Completei todos os dragõoes Õ/ Cliica aê embaixo em cada um, pra upar o lvl "="

Pyrus, Lucia & Eastern Dragon Egg.
Chaor, Kurth & Plesiodragon Egg.
Raptor & Felidragon Egg.
Milotic, Bahamut & Furdragon Egg.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Giovanni Dragneel
Faggot


Mensagens : 302
Data de inscrição : 07/02/2012
Idade : 19

Cartão Do Estudante
Seu nível:
786/1000  (786/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Qua Abr 04, 2012 7:26 pm

Terceira Missão

O rei de Kuryan está muito doente e corre risco de vida. Mas o que isso tem a ver conosco? Simplesmente porque ele estava preparando uma magia protetora para nós, mas se ele morrer ficaremos sem ela! Ele oferece uma recompensa muito gorda para quem encontrar o remédio que cura essa sua doença. É um caso grave de Congelamento do Suco Gástrico, e ele não pode mais concluir a digestão dos alimentos. O Rei Acrísio XIX e seu exército estão fazendo de tudo para que ninguém ache o remédio e torcendo para que o rei de Kuryan morra logo. Sua missão é cruzar o Terceiro Deserto e pegar o remédio para o rei. Você pode seguir dois caminhos: O Atalho pelo Terceiro Deserto, enfrentando 2 Escorpiões Gigantes; ou seguir em frente pelo Primeiro Deserto e enfrentar Acrísio XIX e sua poderosa tropa. Se for bem sucedido:

No atalho do Terceiro Deserto:

0 a 10 pontos para sua casa;
0 a 8 Níveis para você e seu animal se ele participar;
0 a 500 Grana;


Pelo Primeiro Deserto:

0 a 10 Pontos para sua casa;
0 a 15 Níveis para você e seu animal se ele participar;
0 a 500 Grana.

*Ass:

Completei todos os dragõoes Õ/ Cliica aê embaixo em cada um, pra upar o lvl "="

Pyrus, Lucia & Eastern Dragon Egg.
Chaor, Kurth & Plesiodragon Egg.
Raptor & Felidragon Egg.
Milotic, Bahamut & Furdragon Egg.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cloud Strife

avatar

Mensagens : 18
Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 25
Localização : Estou de observando... sério

Cartão Do Estudante
Seu nível:
49/1000  (49/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Seg Abr 30, 2012 11:28 am

Cloud
Megan
Daniel
Hassanssin (ou qualquer outro soldado)
Acrísio
História

Eu estava a fim de treinar, ou fazer alguma coisa que prestasse, sei lá, sair do tédio. Procurei pessoas treinando sozinhas, mas estavam todos muito monótonos e um servo de Notrevis com foices atacava a escola. Na verdade, ele só estava tentando matar Thristen Behemoth, um aluno Sayajin que possuía a Lâmina de Susano'o, e mesmo com a espada aparentava perder o combate. Cheguei pra uma garota qualquer e falei:

Ei, garota! Quanto você quer pra me dar informações sobre aquele cara com foices?

Hum... 50 Dólares.

É o quê, minha filha?

É isso ou nada.

Sorte sua que tô riquinho por enquanto. Tomaí. Agora fala.

Aquele é um dos Servos de Notrevis mais fortes, ele luta com as foices Diablo e Death's Scythes. Ele tem uma rivalidade imensa com Thristen e eles já lutaram várias vezes.

Só isso? E pontos fracos, fortes, alguma coisa?

Sei não, falou! - E a pestinha saiu correndo.

Malandra! Depois eu pego ela. Bem, esse carinha me parece boa luta.

Pego a Bastard e vou na direção da luta. Primeiro eu dou uma rasteira em Thristen e o seguro pelos braços para arremessá-lo longe. Reaper acha que eu sou um aliado dele, quando de repente, tento desferir um golpe nele com a Bastard. Ele se defende cruzando as foices, mas eu mando um raio de mão em sua barriga que o joga longe, com um imenso choque. Faço eletricidade percorrer pela espada e vou para a árvore que Reaper bateu, desfiro um golpe curvo horizontal mas ele salta e segura num galho, depois chuta meu rosto com um chute flamejante. Caio no chão, mas rapidamente me levanto e sou surpreendido com um golpe de foice. Quase sou cortado ao meio no rosto, mas graças a minha manopla, eu me defendo e arranco a foice da mão dele, dando um golpe como cabo dela em sua testa. Reaper grita em dor, daí eu desfiro um golpe com sua foice diablo eletrizada, aquilo foi o finally para ele. Vejo-o se teletransportar dali em um tipo de névoa roxa escuro juntamente com sua foice, e depois sopro a espada em um tom de ironia.

*Clap! Clap! Clap!* (Som de alguém batendo palmas lentamente)

Excelente. Você luta muito bem, Sr. Strife.

Pô, véi, senhor é triste, né? Valeu o elogio.

Se acostume não. Já deve saber de minha vida, sou o coordenador da East-Wolf, Daniel.

É... Eu conheço você. - Mentira - Sou bastante informado por aqui.

Legal... Lutando assim, acho que poderia fazer um favor pra escola.

Que tipo de favor?

Bem... O rei de Kuryan está muito doente e corre risco de vida. Ele estava preparando uma magia protetora para nós, mas se ele morrer ficaremos sem ela! Ele oferece uma recompensa muito gorda para quem encontrar o remédio que cura essa sua doença. É um caso grave de Congelamento do Suco Gástrico, e ele não pode mais concluir a digestão dos alimentos. O Rei Acrísio XIX e seu exército estão fazendo de tudo para que ninguém ache o remédio e torcendo para que o rei de Kuryan morra logo. Sua missão é cruzar o Terceiro Deserto e pegar o remédio para o rei. Você pode seguir dois caminhos: O Atalho pelo Terceiro Deserto, enfrentando 2 Escorpiões Gigantes; ou seguir em frente pelo Primeiro Deserto e enfrentar Acrísio XIX e sua poderosa tropa.

Isso me cheira treinamento. Nem fale na recompensa, eu pego depois. Eu preciso de um mapa e de um cantil com água.

Cantil com água, aqui. - Me deu um - Um mapa, vou providenciar. Me espere aqui.

O diretor foi lá pegar o tal mapa e me deu, eu estava pronto. Peguei minha moto onde continha todo o meu Arsenal, fui para o estábulo e chamei meu tigre. Tinha tudo o que era preciso, eu iria enfrentar o Primeiro Deserto. Coloquei o mapa no suporte da moto e segui viagem, ao lado de meu tigre superveloz. Deu quase 1 hora de carreira, e quase chegamos perto das tropas de Acrísio. Paramos ali perto, meu tigre estava fadigado, não tinha como lutar. Resolvi esperar até o amanhecer, daí fui para um lugar um pouco distante dali. Coloquei meu animal para dormir e fiquei acordado, de prontidão caso alguém aparecesse. E não é que apareceu? Eu, morrendo de sono, achei que era uma alucinação. Em meio à luz que a lua dava para um pedaço de escuridão do deserto, surge uma entidade pequena, mais ou menos 1 metro e meio. Magra, cabelos curtos. Me assustei. Podia estar bêbado ou era real, Samara de O Chamado estava vindo me matar . Peguei logo a Enhance Sword e empunhei-a, corri na direção do/da estranho e ameacei um golpe, quando, das trevas para luz surge, de mãos para o alto e sorriso pequeno, uma garotinha de olhos azuis, cabelos castanhos, roupas simples e descalça. Tinha também um arco e flecha pendurados na aljava de suas costas, era a mesma garotinha que me deu a dica sobre Reaper, a malandrinha.

Tá doida, menina? Quase me mata de susto!

Veja pelo lado bom, se fosse o Hassanssin você já estaria morto.

Sempre com piadinhas. Quem é esse tal de Hassanssin?

Depende. Quanto você tem aí?

Tá tirando onda com a minha cara? Toma logo 20 conto e abre o bico.

Ok. Hassanssin é um dos soldados de Acrísio dezenove, um dos melhores. Muito bem armado, tome cuidado com ele.

Certo. Mas o que está fazendo aqui?

Você não vai derrotar o exército de Acrísio dezenove sozinho. Eu vim te ajudar Eu e meu gato, Panther.

Quê... Tá de sacanagem, né? Você? E esse gatinho aí?

Podemos fazer mais do que imagina. Panther?

Aquilo era uma ordem. O pequeno gato vermelho fez um feixe da luz da lua surgir e lhe encobrir, em segundos ele era uma pantera vermelha flamejando, literalmente. Suas garras eram afiadas como aço, e suas presas também, semelhantes a de um Tigre Dente-de-Sabre. Chamas faiscavam por todo o seu corpo e ele sorria ironicamente.

Wow! Gostei. Mas e você?

Você ve... - E a garota parou, gelada, com uma cara de preocupada - Temos que sair daqui. Eles vem aí!

Eles quem?

Não temos tempo para explicações, vem!!

Montei na moto e coloquei-a na garupa. Ambos animais eram supervelozes e foram ao nosso lado. A luz invocada pela pantera atraiu os soldados de Acrísio, encrenca. Freei amoto, Megan - a garotinha - gritou de raiva, pensou que eu estava louco.

Fique aqui. Vou matar todo mundo. Very Happy

Peguei a Rune Blade e a ativei, chamei meu tigre e ele veio comigo. Corri e via multidão de soldados, no total eram 18. Invoquei um aro de raios e coloquei ele à minha frente, horizontalmente. Me coloquei dentro do círculo e posicionei-o no chão, esperando os soldados chegarem. Alguns atiravam flechas, mas eu tinha reflexos muito ágeis, e tirava elas de minha direção fazendo da Rune Blade um escudo graças a seu tamanho. Em segundos, os soldados estavam perto de mim, com machados e lâminas empunhados. Quando estavam à míseros 100 centímetros à minha frente, fiz o círculo subir e rodar, dando choque na maioria. Explicação: O círculo elétrico da minha frente rodava, e como os soldados corriam, batiam nele, levavam o choque e caíam no chão. Quando os soldados já recuavam sabendo da armadilha, eu desativei o aro e saí do local com Super Velocidade, indo para trás da tropa. Executei um soldado por trás, e o grito chamou a atenção do resto. Agora eram apenas 10 homens. Dois estavam armados com Lança-chamas, para meu azar. Eles fizeram um círculo de fogo em minha volta, me cercando e miraram seus arcos e flecha para mim. Eu já me via no céu, quando, meu fiel amigo - meu tigre - atacou um dos soldados de arco e flecha, mordendo-lhe seu pescoço e matando-o. Isso chamou a atenção de muitos, dando tempo para eu dar milhares de socos no chão. Explicação: Com a Manopla, meus socos ficam super potentes, então, eu plantei bananeira e com minha super velocidade fui dando centenas de socos no chão. Isso faz a areia levantar e bater nos olhos dos soldados e ainda por cima abaixar o fogo. Chutei os arcos dos soldados perigosos para cima, e depois soquei o peito de um, ele voou bem distante e sem ar. Tigre ia dando conta de uns 4 soldados com a ajuda de Panther. Eu estava enfrentando 2, por enquanto, esses dois usavam espadas roxas, bem fortes e ambos eram perfeitamente iguais! Estranho, mas não tinha nenhum defeito que fizesse-os ser diferentes. Deixa quieto. Eles eram extremamente rápidos, eu defendia todos os seus golpes com a Rune Blade, mas precisava de uma espada mais fina. Como a espada era de um ferro muito forte, bati com a lateral dela na barriga de um, e logo depois soquei seu queixo, ele foi para o alto voando. Chutei a cara do outro mas ele resistiu, fazendo um corte em minha perna e logo depois um golpe de joelho na minha cara, fazendo meu nariz sangrar. Coloquei a Rune no chão e tirei a Enhance da bainha, fazendo um corte no ombro esquerdo do cara. Ele gritou, e soltando a espada para segurar o ferimento, de um vacilo enorme. Peguei sua espada e as minhas duas, coloquei-as na mesma posição e fiz um raio para uni-las em uma só, temporariamente, claro. Soquei a barriga dele e ele voou longe, ambos os caras iguais viraram fumaça. Meu tigre e Panther se encontravam devorando os soldados, então estava tranquilo. Até que, quando eu me virei novamente, vi um cara, pouco longe de mim, com uma capa roxa escuro, estilo boxe. Ele tinha 4 braços e um porte físico muito bom, superior ao meu. O capo da capa cobria seu rosto, ele estava sem camisa. Peguei a Tri-Lança e corri na sua direção, fazendo um golpe na sua barriga. De nada adiantou, ele era tão forte que só fez as espadas se desunirem, eu terminei segurando a Rune. Ele pegou a Enhance e a espada roxa, ficou em posição de batalha e começou a sequência. Com 2 braços socando e 2 fazendo estocadas, ele estava quase ganhando pois eu só fazia me defender. Fiz um raio descer na cabeça dele, mas, por sua vez, ele notou e deu um salto para trás. Sua capa voou revelando duas coisas: Uma tatuagem no lado do abdômen com o nome Hassanssin, nada de mais; e um ARSENAL NOS SUPORTES INTERIORES DE SUA CAPA. Muito bem armado, facas, sais, pistolas de fogo, nunchakus, etc. Eu estava perdido, praticamente. Mas eu não podia desistir. Corri e peguei minhas espadas na minha moto. Usei logo a Hardedge fazendo movimentos artísticos e circulares, para ameaçar. Ele bateu a Enhance na Hard e a minha jogou a minha longe (a Hard venceu). Lancei um raio em sua cara, e cortei metade de sua capa com a Hardedge. Ele começou a notar a minha intenção de destruir seu arsenal quando eu desci um raio na capa caída, destruindo as armas. Com a Organics, fiz um gancho puxando o resto de sua roupa e peguei os nunchakus, jogando tudo na sua cara. Hassanssin se irritou e socou meu rosto, quase bateu mas eu desviei no movimento Matrix (corpo pra baixo) e cortei seu braço com a Organics. Hassanssin gritou de dor, e tentou fincar sua espada roxa no meu coração, só que eu girei no ar e cortei seu outro braço com a Hardedge. Ele se jogou em cima de mim e me embrulhou, me apertando muito, doía demais. A pressão era tanta que eu soltei as espadas, era um golpe final. Dava meus últimos suspiros aparentemente, quando Hassanssin perdeu a força e me soltou, caindo em cima de mim inconsciente. Joguei seu corpo para o lado, e a flecha que foi para suas costas bateu na areia, e atravessou o corpo de Hassanssin. Megan havia atirado sua flecha no cara para me salvar.

Uff! Ainda bem que você me salvou, Megan! Mais 2 segundos e eu não aguentaria.

Fica me devendo essa. Agora vamos. Acrísio dezenove sabe que matamos Hassanssin, temos que nos refugiar para descansar, e depois pegamos o remédio.

Concordei, era a melhor coisa a se fazer. Só que não achávamos um esconderijo em lugar nenhum, tive uma ideia. Era de se esconder entre as tropas de Acrísio, ele não ia notar, e se nos entocássemos em algum outro lugar ele iria perceber e nos matar. Megan concordou, e até achou ótima ideia, porém, quando fomos chegando perto de onde a turma tava acampada, eles nos encararam e miraram Arcos e Flechas, e armas de fogo.

Grande ideia, gênio!

Não vem não, você concordou.

Haha! Bem que o chefe disse que eles iriam vir pra cá tentar nos atacar. Ao meu comando vocês atiram! - Dizia um soldado bem feio

Opa, opa, colega! Calmaê, sanguibom! A gente veio na paiz, só pra pegar uns negoço aqui com Acrísio.

O soldado dá um tiro perto do meu pé.

Tá pensando que eu sou otário, mané? Hein? Vocês vão morrer por terem matado Hassanssin e nossos colegas. 3, 2, 1...

Megan, fica atrás de mim. VAI!

ATIRAAARR!!!

Eu já sabia o que fazer. Primeiro fiz uma lúvia vertical de raios à minha frente e saí do lugar, com a super velocidade. Eles não paravam de atirar, e em meio ao barulho eu despistei eles, coloquei Megan na moto e mandei ela botar em piloto automático pra fugir com seu gato, e eu e meu tigre fomos rumo à morte de Acrísio. Entrei num tipo de casa que ele estava, pois espiei da janela. Arrombei a porta, ele estava com dúzias de guardas ao seu lado, e ele se encontrava sentado, sorrindo ironicamente. Peguei a Buster das costas do tigre e arrastei-a no chão, andando lentamente. Acrísio ordenou o ataque mirando o dedo indicador a mim, 5 soldados vieram me atacar com espadas e um com alabarda. O da alabarda vinha com ela levantada, eu peguei a Rune e fui logo ao seu encontro com a velocidade, e desarmei-o dando uma batida em sua arma. Os outros soldados passaram direto, mas enfrentaram furacões enviados pelo meu tigre derrubando-os. Executei o soldado da alabarda com a Buster, e fui direto para os outros que passaram direto. Joguei a Buster para meu tigre, ele sabia o que fazer. Enquanto isso, eu dava conta dos 4 soldados com a Heaven's e a Enhance. A troca de golpes foi intensa, um me acertou com um corte na barriga e outro perto do cotovelo, mas eles faziam mais defender meus golpes rápidos. Eles defendiam muito bem, eu tive que apelar pra uma espada mais forte. Cortei os braços direitos de dois soldados e soquei os mesmos fazendo-os voar longe. Coloquei a Enhance e a Heavens no chão, e invoquei uma arma ultrapoderosa, a arma que eu iria usar para acabar com todo mundo ali: A Apocalypse Sword! Matei os dois soldados com simples cortes e me voltei para o rei. Todos os 25 soldados vieram em minha direção, eu fiz um golpe de energia curvo-horizontal, ou seja, coloquei a Apocalypse em horizontal e fiz um movimento de lua com ela, descarregando um raio nesse movimento. Matei alguns nesse golpe, outros conseguiram se abaixar e escapar. Foi aí que eu aproveitei e guardei a Apocalypse para pegar a Murasame e a Yoshiyuki, duas espadas gêmeas. Super Velocidade, comecei a matança executando os que via pela frente, nem chance eles tinham. Só que um conseguiu atirar uma flecha de besta no meu joelho, aquele golpe doeu. Fiz um raio ir em sua direção, ele não aguentou o golpe e morreu. Tirei a flecha e tentei aguentar, vi que era veneno de cobra. Ordenei que o tigre transformasse suas presas em um líquido que era usado com o veneno de cobra para antídotos, ele me mordeu e eu fui curado. Praticamente, né, ainda doía pelas presas enormes dele. Mas aquilo dava pra aguentar. Percebi um soldado com um a besta pouco distante de minhas costas tentando mirar, mas eu fui mais rápido e joguei Yoshiyuko em seu peito, matando-o. Agora Acrísio estava sozinho.

Fim da linha, Acrísio!

Tem certeza, rapaz? Você chegou até mim com vida. Agora é a sua hora. Sabe... Eu costumo matar todo mundo que me desrespeita. E você não é uma exceção. Só que você humilhou meus soldado deixando eles atirarem no nada, lá fora. Vou deixar essa proeza para eles.

Aquilo me assustou. Me virei para trás, e me deparei com todos os soldados que estavam na frente do "castelo" de Acrísio dezenove. Eles não iriam atrapalhar meu momento de glória. Pedi a Tigre que cuidasse deles, e ele o fez, só que eram muitos, e uns 9 vieram atrás de mim. Peguei Murasame e atravessei a barriga de um com ela, logo depois fiz ele de escudo humano para as flechas. Quando o fogo cessou, mandei uma lúvia de raios para os caras. Eles se defenderam com escudos e correram na minha direção com espadas azuis. Guardei Murasame e peguei de novo Enhance e Heavens da mesma bainha para a luta. As espadas deles eram muito fortes, e quando eu choquei a Heavens Cloud contra uma deles, a força foi tão grande que pressionou a minha espada, mas como eu tinha outra, decapitei o tal cara com a Enhance. Fiz um X com as lâminas e carreguei-as com eletricidade e disparei. Raios em forma de X atravessaram o peito de um e foram girando para ajudar o tigre. O animal colocou a Buster em sua boca e foi matando a galera toda, com a ajuda de Panther que chegara agora. Um soldado me deu uma rasteira e eu caí, ele tentou cortar minha cabeça mas eu defendi o golpe com a Heavens. Como a Apocalypse estava em minhas costas, ficou difícil para eu me levantar dali, porém, dava pra lutar até deitado. Com a manopla, soquei o chão e isso fez um impulso de vento para me levantar. Dei um chute no joelho do cara que havia me dado um rodo e ele fez sinal de dor, depois soquei seu queixo e ele foi parar em Acrísio. O homem que estava atrás de mim foi tão burro, que tentou enfiar a espada nas minhas costas, mas Apocalypse estava ali. Percebi o golpe depois que ele realizou e decepei sua cabeça. Hora de Acrísio. Tigre fez um furacão em torno de si mesmo, e com a Buster em sua boca, começou a girar, Panther estava lutando contra um lobo ali dentro. Acrísio veio para cima de mim com um machado duplo, ele se livrou de sua capa azul e mostrou sua horrível face. Ele vestia uma espécie de blusa de ouro, ouro maciço mesmo, e uma calça style branca. Vê que braba. Calçava uma bota preto e branco e tinha vários colares e pulseiras. Uma velocidade enorme, e uma força estrondosa que fazia tremer o chão. Acrísio chegou em mim num instante com seu machado, que jogou Enhance e Heavens longe quando bateu nelas. Peguei logo uma espada do calibre como Apocalypse e começamos a luta. Ele agora usava duas adagas de aço e o Machado. Este tinha um encaixe para uma adaga, parecia uma alabarda. Tentei desferir logo um golpe horizontal com a Apocalypse, mas ele se defendeu com a Adaga e me golpeou com o machado. Desviei para o lado e chutei seu rosto, ele fez o mesmo no meu peito. Caí no chão mas rapidamente me levantei, agora com a Organics na mão esquerda. Carreguei as duas de eletricidade e o rei me desarmou de Organics jogando seu machado nela. Erro fatal, fatality. Ele se aproveitou da mão livre para pegar a minha Enhance, mas eu também tinha uma mão livre e invoquei Ragnarok. Carreguei-a com eletricidade e fui para Acrísio. As espadas se chocavam rapidamente e fazia um enorme barulho, a luta estava acirrada. Percebi que, se ficássemos naquilo, só iríamos cansar, então, joguei as espadas para cima, e rapidamente, soquei o peito de Acrísio com os dois punhos, e aí peguei minhas espadas. Explicação: Num segundo, lanço as espadas para o ar, e com o impulso da Manopla, eu jogo Acrísio longe com um soco duplo em seu peito. Porém, antes de ele voar, eu coloco meu corpo deitado no ar e estico as pernas, pegando as duas espadas com as pernas dobradas. Agora o rei estava sem chance. Realizei meu golpe supremo, a dança de raios, ou seja, eu faço uma dança artística com a Apocalypse e a Ragnarok, depois eu as rodo no ar fazendo uma lança eletrificada e um círculo de raios em volta dela. Depois, eu miro no céu e atiro e um raio super potente em forma de lança cai no inimigo. Daí se revelam as duas espadas. Preparei o golpe, mas na hora que eu fui mirar para o céu, Acrísio aparece atrás de mim com seu machado na horizontal. Ele quase me corta as costelas, porém, eu aparei o golpe com Ragnarok, mas fui jogado longe, perto do tigre. Ele ainda estava no tornado, vê que braba. Daí que eu notei a Buster em sua boca. Soquei o rosto de Acrísio e sua barriga depois, fazendo-o perder o ar. Fiz um corte no seu peito com a Apocalypse e depois outro com a Ragnarok, fazendo um X e depois um C, para lembrarem de mim no seu enterro. Fiz a mesma coisa do X de Raios e atirei em Acrísio, ele foi acorrentado e eu soquei-o com tudo, ele foi parar na cadeira onde eu queria. "Fiuí" Aquele assobio com os dedos. Foi o sinal para o Tigre jogar a Buster Sword para mim. Só que, como eu queria, ele arremessou-a e ela foi retinha na direção de Acríso, iria matá-lo pelo órgão reprodutor. Só que, em perfeita sincronia com a espada, eu corro junto com ela, ela voando e eu abaixo dela, ela mais alta do que eu mesmo. A espada também estava um pouco a minha frente, daí, eu dou um salto bem alto quando chego perto de Acrísio e pego a Buster pelo cabo. Ela me leva junto no ar, e eu finco-a no peito do rei. Que burro que eu fu! Matei o rei sem nem perguntar onde estava o remédio, mas eu também tinha sorte. Estava no bolso de sua calça, quase caindo. Peguei-o e coloquei no bolso da minha. Tigre parou o furacão e Panther estava já matando o lobo cinzento. Sorri.

Hahaa! É isso aí! Vamos voltar pra escola. Onde é que tá a Megan?

Tô aqui bestão. Eu que te ajudei a matar os soldados com minhas flechas. Me deve mais essa. Agora vamos.

Bom, tudo uma hora acaba bem. E aquele dia não foi uma exceção. Eu estava extremamente machucado: Com um corte na perna esquerda, com o joelho direito doendo pakas, ombro praticamente quebrado e vários hematomas na maçã do rosto. Os animais também estavam bem cansados, só Megan que não. Faltava um transporte para nossos animais, mas isso não era mais nenhum problema. Megan era menina arcanjo, e podia prever o futuro, ter asas de anjo, curar ferimentos e tudo mais. Panther virou novamente gatinho e ela levou-o em suas costas, voando. Meu tigre ia na moto no piloto automático. Eu ia ter que aguentar o caminho todo mesmo com super velocidade, que droga. Nada. Megan curou minhas dores e eu fiquei legal. Tudo fica bem quando acaba bem. Voltamos pra escola mortos de cansados, e esperamos Daniel ou qualquer um diretor vir pegar o remédio. Depois... Quem sabe?

*Ass:



Minhas espadas
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://leninja.com.br
Ventus

avatar

Mensagens : 33
Data de inscrição : 14/04/2012

Cartão Do Estudante
Seu nível:
1/1000  (1/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Seg Abr 30, 2012 11:34 am

ISSSSSSSSSSSSSSOOOOOOOOOOOOO QUE É TEXTO BOOOOOOM!10 PONTOS PARA A EAST 15 LEVELS E 500 GRANA

*Ass:

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel [Riiu]
Faggot
avatar

Mensagens : 73
Data de inscrição : 07/02/2012
Idade : 20

Cartão Do Estudante
Seu nível:
545/1000  (545/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Qua Maio 02, 2012 4:38 pm

Quarta Missão

Uma repentina escassez nos rios está se fazendo devido à doença de Alfeu (o Deus-rio), e agora peixes estão morrendo, as chuvas caem raramente pela pouca água dos rios, a colheita está horrível e centenas de pessoas e animais estão falecendo de sede. Lá do cafundéu de Judas, surge um homem desconhecido, a história é mais ou menos assim:

Citação :
Apesar de nossas inúmeras preces à Alfeu, os rios continuam secando, já não existem chuvas em nossas terras. Quando estávamos prestes a todos morrer, surge uma pequena chuva. Um de nossos rios volta a correr tão bonito, já havíamos nos esquecido de que era isto. A esperança de todos, mesmo que quase morta, renasce ao vermos um homem de cabelos longos e negros, cavanhaque de mesma cor. Olhos azuis, como as águas claras que passavam nas vívidas lagoas de nossas terras. Vestia uma armadura prata suja, bastante desgastada e empoeirada. Demos abrigo à ele, e mais tarde ele fez uma revelação esperançosa para nossa população: Aquele era Alfeu, para nossa alegria.

Este homem não é Alfeu, é um impostor que está fazendo várias exigências ao povo da humilde Ilha de Itacaman, coisas que às vezes eles nem podem fazer. Agora ele quer um sacrifício de 10 pessoas no vulcão para fazer voltarem a correr as águas dos rios. Não temos muito a ver com isso, mas são 10 vidas inocentes, não podemos deixar que isso aconteça! Impeça o impostor de fazer suas atrocidades lutando contra ele, e mostre ao povo que aquilo tudo é uma ilusão. Por último leve o "remédio de todas as doenças" para Alfeu. Se for bem sucedido ganhará:

0 a 10 Pontos para sua casa; 0 a 1000 Grana; 0 a 15 Níveis para você; E se o texto for MUITO merecedor, ganhará o poder de controlar a água.

Alfeu controla a água e tem Super Agilidade e Força. Ele carrega consigo várias espadas e um machado de duas faces, é especialista no manejo de ambas.

*Ass:




Clica aê, quem tiver conta no dragonadopters e clicar 1 vez por dia ganha um prêmio aqui no fórum, vou saber pelas visitas ^^ Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
~~' Bruuna
Aluno Novato
avatar

Mensagens : 9
Data de inscrição : 24/02/2012

Cartão Do Estudante
Seu nível:
51/1000  (51/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Ter Maio 29, 2012 2:35 pm

Bruna
Daniel
Lupus
Cloud
Thristen
Guardas
Alfeu
Narração

Chegando na escola de uma viagem a Paris, vou logo cumprimentando a galera de lá. Tinha presente pra a turma, e tudo mais ^^ Conversei um pouco, contei das novidades e tal... Depois fui pro quarto deitar um pouco.
Depois de mais ou menos uma hora de sono, fui para um dos cantos da escola que tinha gente conversando. Me aproximei e lá estava Daniel, provavelmente contando uma de suas histórias pro povo Rolling Eyes Vamos ouvir um pouquinho:

- Não temos muito a ver com isso, mas são 10 vidas inocentes, não podemos deixar que isso aconteça!

- E aí? Contando mais uma de suas histórias, irmão?

- Nem pensar, o papo é sério mesmo. A gente descobriu que tem um impostor de Alfeu na Ilha de Itacaman que se aproveitou da situação de escassez que eles se encontram pra fazer exigências pro povo. Agora quer um sacrifício de 10 pessoas inocentes num vulcão. A gente vai impedi-lo de fazer isso, e recrutei 4 fortes sobrenaturais, pois além de Alfeu controlar a água e ter status incríveis, não sabemos se ele tem tropas.

- Hum... Legal! E quando a gente parte?

- Vamos partir mais ou menos de... Peraí! A gente? Que história é essa, minha filha? Tá pensando que vai também?

- Claro que sim! Deve ser emocionante... Ainda mais com homens fortes pra me proteger Very Happy E então? Quando a gente parte?

- "A gente" vai passear no bosque enquanto seu lobo não vem. Eu e os cara aqui vamos dar um jeito nesse falso Alfeu.

Haha! Ele acha que eu não ia... Pois bem:

- Tá bom, então... Se você não quer que eu vá, eu não vou =/ Vou deixar vocês aí em paz conversando.

- Beleza! - Saí do local. - Não sei não... Acho que ela vai de penetra conosco :S Não podemos permitir isso. Thristen, quero que a vigie até partirmos. Aliás, partiremos às 6 da tarde.

Bom, eu não sabia que horas eles iriam, então deveria ficar com eles em vista o tempo todo para saber a hora que iriam sair. Mesmo fazendo isto, fui fazer minhas coisas (sem saber de Thristen). 17:44, eu achei que sairiam mais ou menos agora pois eu vi eles pegando suas armas e coisas afins... Resolvi me aprontar também. Peguei a besta e a varinha e vesti uma roupa apropriada pra aventuras .-., e fui chamar Dylan em seu posto.
Enquanto andava para o estábulo, senti a presença de alguém, na verdade ouvi, não muito longe. Preparei minha arma de tiros e olhei para trás, onde eu estava era só areia branca e poucas árvores, cerca de 6, eu já havia passado pela área delas. Mirei para uma que notei mais movimento, acho que havia alguém ali. Com minha habilidade natural de ninja, cheguei num piscar de olhos à árvore e chutei o local, não sei ao certo o que chutei, só sei que chutei para acertar qualquer coisa que estivesse ali, seja o que for. Minha perna bateu dura no tal "objeto", mas eu já sabia que tinha algo ali, empurrei-o com uma corrente de vento e ele caiu da árvore, revelando sua identidade: Thristen.

- O que faz aqui?! Tá me vigiando??

- Não posso deixar que vá para esta missão conosco. Vou te impedir, à pedido de Daniel.

- Não me importa o que o Daniel falou, só sei que não pode me prender em qualquer lugar. É meu direito!

- Isto é pro seu bem!

Sem nem me importar, chicoteei o abdômen de Thristen com ar, e logo depois atirei uma flecha que pegou em seu ombro. Ele gritou em dor, e eu aproveitei e peguei a varinha, fiz uma corrente que empurrou-o ao longe pelo seu peito. Nem fui na direção de Dylan sabendo que, além de Thristen achar que eu iria pra lá, ia chamar muita atenção.
Tive uma ideia que já deveria ter tido a muito tempo, me teleportar para 15 minutos depois do tempo atual, escondida dos rapazes. Meus teleportes não eram precisos, e eu não sabia o que aconteceria se os fizesse, mas resolvi arriscar. Eles estavam num tipo de jatinho, e eu estava atrás de umas caixas empilhadas. Parecia que iríamos chegar a qualquer momento, pois o piloto diminuía a velocidade e o jato abaixava.
O jatinho planou, nós chegamos. Eles desceram e trancaram a porta por fora, eu me teleportei para o lado oposto deles e continuei escondida.
Fui observando o local, a ilha era bem pequena e era redonda, dava para ver o oceano de Norte à Sul. O clima era seco, o pessoal vivia com um ar fúnebre, e quase não havia grama verde. Mas aparentava uma taxa de natalidade alta, tinha várias pessoas por lá, e isso facilitou minhas camuflagem ninja. Peguei uma capa cinza do chão e fui seguindo os rapazes que paravam de pessoa em pessoa. Resolvi voar para ter uma visão melhor.
Quando estava no alto, notei, ao longe, um aglomerado de operários trabalhando na construção do que parecia ser um castelo, pouco longe de outro castelo marrom. - "Ditadura Razz" - Pensei. Olhei para os meninos e percebi que eles andavam mais rápido, eu não perderia essa, né? Corri, ou melhor, voei para ver no que ia dar:

- Com licença, queremos falar com o Senhor Alfeu.

- Vocês não tem permissão nem são dessa ilha! Intrusos, saiam! Ou vão sofrer as consequências!

Eles se entreolham e Cloud fala:

- Beleza, a gente não tem permissão nem é daqui, só que queremos falar com o Alfeu! Vão sair por bem... ou por mal?

Os guardas também se entreolham, o da frente pega uma lança, olha para os quatro demoradamente... E tenta golpear Thristen, mas este desvia indo para o lado e tenta puxar a arma, mas é atingido por um tiro de bazuca e sai voando. Os outros 3 escaparam da explosão e tomaram frente atacando a tropa. Eram centenas de guardas para Alfeu, todos bem armados.
Daniel corre para dentro e metaliza seu corpo, só que, no meio da mutação, o homem crava a lança em sua coxa e o metal fecha na lança. O homem é arrastado ainda segurando a arma presa ao corpo de Daniel que aguentava a dor. Ele parou e quebrou a lança e tentou chutar a cara do homem, mas quase teve sua perna cortada por um soldado que tinha uma espada mas ele desviou girando e chutou o pescoço do espadachim. Daniel invocou Eclipse e matou os dois, e foi para dentro do exército.
Lupus estava cercado por cerca de 10 soldados, todos atacavam simultaneamente mas, Lupus estava com uma boa defesa por ter absorvido um pedaço de prata, e um bom ataque com sua Espada de Ouro e sua força. Os homens tentaram o golpear frontalmente, mas ele bloqueou com a espada o golpe de um homem bastante grande e forte. Ele abaixava Lupus na terra, então veio um homem por trás que o atingiu com uma pedrada na cabeça de uma pedra enorme. A armadura de Lupus se desfez e ele largou a arma, atordoado com o golpe. O grandão pisou seu rosto e apertou, e deu um sorriso irônico. Lupus começou a tentar empurrar o pé do cara mas não conseguiu, até que, sem forças, teve seu rosto melado por um cuspe do grandão. Os soldados ao redor gritaram e riram da humilhação, um apontou uma flecha para sua testa. Aquilo era humilhação demais, Lupus tocou a perna do brutamontes e o queimou, ele tirou logo a perna e o arqueiro atirou. Rapidamente, Lupus absorve uma pedra e a flecha só ricocheteia na cabeça dele e cai como papel. Lupus se levanta e faz sua mão virar uma maça enorme, ele golpeia o grandão e isso o faz cair em alguns soldados e arrancar partes da maça-mão também. Os caras começam a dar tiros de fuzis, e isso afeta um pouco, mas Lupus ruge e se transforma num guepardo, e sai mordendo a cambada toda.
Cloud tinha poucos problemas com sua Crystal Sword, fazendo uma matança. Thristen aproveitou e foi voando para o castelo onde ficava Alfeu. Ele tentava de tudo para abrir as portas, socos, golpes de ki, etc. Interessante. Corri e me escondi ali perto.
Quando ele começou sua metamorfose para Super Sayajin 1, um forte jato de água atravessou a porta e atingiu Thristen, o empurrando para o chão longe. Me impressionei com a força do jato, será que esse era o tal Alfeu?
Um homem saiu pelas portas lentamente, em direção a Thristen. Tinha cabelos e cavanhaque negros, olhos também da mesma cor, e ao redor destes parecia até maquiagem preta. Era uma aparência quase igual a de Jhonny Depp, em seus filmes de 'Piratas do Caribe'. Ele levantou Thristen pelo pescoço e começou a apertá-lo. Daniel logo percebeu que a cor da pele do aluno da escola mudava para roxo, bem roxo mesmo, e fez uma técnica fincando a Grandark no chão, causando ondas de água para todos os lados eliminando os inimigos. O suposto Alfeu olhou por trás de Thristen e viu os 3 guerreiros, vê que cena massiinha:
Daniel estava de braços distantes, com as 3 espadas demoníacas nos suportes das costas, a Grandark ficava reta no meio e as outras duas, Eclipse e Crescente, ficavam inclinadas dos lados, formando um X (as 3 formavam um asterisco [*]); Cloud com a Buster Sword e a Organics, uma em cada mão, e a Ragnarok numa "aljava"; e Lupus apenas com uma armadura corporal de ouro com uma mão mutada em maça e a outra em lâmina, a parte de baixo dos pés era maciça e ele tinha + 2 braços artificiais.
O "Jhonny Depp" jogou Thristen no ar à sua frente, e deu um peteleco no mesmo: Uma energia roxa explodiu no peito de Thristen e ele foi jogado na velocidade de uma bala na direção de Cloud. Este colocou Thristen no chão e se levantou limpando a blusa. Daniel tirou Grandark e ela liberou umas entranhas cortantes de sua lâmina, e um brilho azul a entornou. Ele correu na direção do suposto impostor e saltou, deu uma cambalhota no ar e tentou um corte lateral nele, mas cara sacou uma espada e bloqueou o ataque da Grandark, ao mesmo tempo que ele se abaixou e girou, depois golpeou Daniel com a espada.
Este foi empurrado no ar e caiu no chão embolando. Vez de Lupus tentar. Ele estendeu seu braço de lâmina e ele se esticou rapidamente (como a técnica Tiro do Nightmare). A lâmina de seu braço foi super rápida na direção do cara, e ele pulou para o lado mas foi atingido de raspão no braço. Ele tampou o ferimento, e aí eu já sabia onde atacar. Lupus se aproximou correndo, e tentou atacá-lo com o braço de maça, mas ele tirou o braço que tampava o corte e estendeu-o, jorrando uma corrente de água para Lupus.
Eu mirei bem em seu ferimento e atirei, muita sorte mesmo, pois acertei bem embaixo dele. O homem gritou de dor e olhou para a árvore onde eu estava, e eu, rapidamente tornei a me esconder, mas ele conseguiu me ver. Correu na minha direção, mas Cloud lançou um raio à sua frente, o assustando e atrasando. Ele correu e fez um X com Ragnarok e alguma outra espada, tentando golpear o cara. Este fez um escudo de água, Cloud tentava ultrapassá-lo com um corte com as espadas, mas de nada adiantava. Foi aí que ele teve a ideia de guardar as armas e descer eletricidade naquela barreira. O cara notou a eletricidade nas mãos de Cloud, e quando ele baixou um soco, o cara desfez o escudo e deu uma joelhada no queixo de Cloud, seguido de um chute em seu peito.
Cloud caiu de bruços, então o cara pegou suas espadas e se virou, para me atacar. Mas Daniel estava lá, para má surpresa dele, e o golpeou com a Crescente, um corte de energia, e assim pegou as espadas de volta para Cloud.

- Quem é você??

- Eu sou Alfeu! E vocês devem ser semideuses pela boa luta.

- Você não é Alfeu.

Após falar aquilo, vi Daniel cair, desmaiado. Um soldado caído atirou uma flecha em suas costas, envenenada para salvar Alfeu. Este sorriu, e pegou Eclipse de seu suporte. Lupus, Cloud e Thristen se prepararam, Lupus mandou uma rajada de fogo mas o Alfeu superou com uma de água e derrubou Lupus. Thristen o levou para o céu e de lá começou a golpeá-lo, a troca de ataques foi intensa. Poucos acertavam, até que Alfeu tentou golpear o rosto de Thristen com o pé, e ele segurou-o, girou, e arremessou o falso Alfeu para baixo.
Ele caía, caía em grande velocidade, Cloud estava pronto para matá-lo, quando ele conseguiu se virar e sacou uma Escopeta. Num tiro superpotente, atingiu o ombro de Cloud, e este se desarmou para estancar o sangue. Assim que o "Alfeu" desceu, antes da queda conseguiu golpear Cloud no peito, com a Eclipse. Isto fez Cloud desmaiar.
Alfeu sorriu, mas não por muito tempo. Lupus havia se transformado num grande leão e agora estava em cima dele, com presas em chamas. Thristen desceu, queria logo matá-lo, mas Alfeu, com sua Super Força, levantou o leão e saiu debaixo dele, depois fez uma correnteza o atingir. Puxou novamente sua escopeta e deu um tiro na barriga de Thristen. Este colocou a mão e segurou a bala, esmagando-a. Thristen preparava um Kamehameha, mas nem deu tempo de lançá-lo pois Alfeu tinha Super Velocidade, e o desmaiou com uma pancada na nuca com o cabo da Eclipse. Lupus estava super cansado, e não tinha condições de lutar daquele jeito.
O impostor deu um chute em sua barriga, e ele caiu. Assim, ele pisou no rosto de Lupus e começou a rir, num tom de sarcasmo. Ele ameaçou matar Lupus, mirando em sua cabeça com a Escopeta. Mas eu não podia deixar que aquilo acontecesse, não enquanto eu estivesse vendo: Lancei um vendaval de gelo nele, e isto o afastou. Me teletransportei e peguei a Crescente, assim me aproximei do impostor:

- Ora, ora. Tem mais uma!

- Eu irei te matar!

- Ao menos sabe manejar uma espada?

- EU VOU TE MOSTRAR!

Então, me teletransportei para trás dele e desferi um golpe em suas costas, que foi defendido por causa de um reflexo dele. Então, ele fez pressão com as espadas para me atingir, mas aí eu empurrei uma corrente de vento nele, e consegui golpeá-lo na mão, fazendo-o soltar a espada. Ele tentou pegá-la novamente, mas eu pisei na sua mão e empurrei-o para longe com um vendaval.
Preparei uma enorme bola de gelo sólido em minha mão, e fiz ela crescer. Lancei-a na direção do impostor, este pegou a escopeta e deu um tiro na bola, a explodindo.
Com sua Super velocidade, já estava na minha frente e quase me dava um soco, mas, graças a um rápido reflexo, me abaixei e corri para longe. Peguei a besta e comecei a atirar várias flechas, ele corria tentando desviar de todas, e conseguia.
O impostor se escondeu atrás de uma árvore. Carreguei mais uma vez um ataque com a bola de gelo, fazendo-a crescer enormemente e adicionando muito poder à ela. Assim que ele notou que eu carregava a técnica, tratou de usar uma sua, levantando o máximo de água no local, e juntou tudo numa mini-esfera vermelha. Ele a fez entrar em rotação em torno de si, rapidamente, e então, fez um movimento com as mãos, e a esfera cresceu, e dela saiu um poderoso, grande e veloz jato de água.
No susto e sem saber o que fazer, lancei a bola de gelo super grande. Os ataques se chocaram, e eu usava todas as minhas forças para empurrá-la com o ar, mas o impostor estava mais forte. Ele já estava superando meu ataque, eu pensava ter falhado, quando me lembro da varinha de água que eu tinha em meu bolso. Empurrei de vez a bola de gelo, e parei de empurrá-la, e então a água a empurrou diretamente para mim.
Derreti o gelo com uma mão, e com a outra, num movimento rápido, usei a Varinha da Água para fazer subir a água de Alfeu, como um cáiser na minha frente, antes que a água me atingisse. Quando o cáiser já estava lá em cima, controlei a água para que ela fosse na direção de Alfeu. Ele a fez parar, mas Lupus me ajudou, golpeando suas costas com a mão-maça de ouro.
Alfeu perdeu a força, e o super golpe o acertou, empurrando pela terra para longe. A minha varinha parou de brilhar, mas eu ainda dominava a água. Curioso... Soltei a varinha e comecei a manejar o elemento água sozinha, incrível! Um novo poder.
Corri para me certificar da derrota do impostor, e com toda certeza. Lupus já havia se regenerado, não sei como, e acordou os outros. O lugar só tinha poças de lama, estávamos todos muito sujos. Daniel resolveu contar do povo sobre o falso Alfeu.

(...)
- Ele apenas controlava a água, meu povo. Mas, mesmo sem um Deus-rio para vocês... Vou fazer seus rios crescerem continuamente, e sua população não vai mais sofrer de seca! - Dizia Daniel, num tom de voz grave e alto para a multidão de pessoas.

Todos se convenceram e louvaram Daniel, gritando e aplaudindo após ele fazer descer uma imensa chuva, onde todos dançaram de felicidade. Mas ele estava cansado para fazer os rios voltarem a crescer.

- Deixa comigo!

Corri para todos os cantos que haviam rios secos, e Daniel não conseguiu entender. Fiz uma nascente de água por ali, e comecei a fazer subi-la. Em cerca de um minuto, os rios estavam todos cheios de água.

- Hum, legal! Controla a água. Tá de parabéns, Bruna. Mas isso não significa que está perdoada por vir aqui de penetra.

- Relaxa Rolling Eyes

Então, todos fomos no jatinho e voltamos para a escola, com a notícia de missão cumprida e o cansaço e disposição para ir à Ala Hospitalar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Giovanni Dragneel
Faggot


Mensagens : 302
Data de inscrição : 07/02/2012
Idade : 19

Cartão Do Estudante
Seu nível:
786/1000  (786/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Ter Maio 29, 2012 2:39 pm

10 Pontos, 700 Grana porque faltou a parte de entregar o remédio a Alfeu, 13 Níveis porque a batalha poderia ter sido melhor um pouco, e o poder de controlar a água. Quem discordar... Morra, por favor.

*Ass:

Completei todos os dragõoes Õ/ Cliica aê embaixo em cada um, pra upar o lvl "="

Pyrus, Lucia & Eastern Dragon Egg.
Chaor, Kurth & Plesiodragon Egg.
Raptor & Felidragon Egg.
Milotic, Bahamut & Furdragon Egg.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Daniel [Riiu]
Faggot
avatar

Mensagens : 73
Data de inscrição : 07/02/2012
Idade : 20

Cartão Do Estudante
Seu nível:
545/1000  (545/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Ter Jun 05, 2012 11:38 am

Quinta Missão

Precisamos de ajuda! Não sabemos como, mas tem um urso sobrenatural ENORME preso dentro da Super-sala de treino, e não sabemos onde ele está. Precisamos que alguém o tire de lá o mais rápido possível! Podemos contar com sua ajuda?

Se for fazer isso, melhor ir sabendo que para chegar até o urso, terá que enfrentar 3 desafios (no mínimo) da sala de treino, você inventa quais são. Mas um recado: Quanto mais difícil e empolgante o desafio, mais prêmios você pode ganhar.


Depois de enfrentar os desafios, terá que convencer o urso a sair de lá, batalhando contra ele (você inventa os poderes dele). Se for bem sucedido, ganhará:

De 0 a 10 pontos para sua casa;
De 5 a 20 níveis;
1 poder que você descreveu no urso (nada de muito apelão);
Talvez 300 grana.


Boa sorte!

*Ass:




Clica aê, quem tiver conta no dragonadopters e clicar 1 vez por dia ganha um prêmio aqui no fórum, vou saber pelas visitas ^^ Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nikky

avatar

Mensagens : 5
Data de inscrição : 10/10/2012
Idade : 18

Cartão Do Estudante
Seu nível:
1000/1000  (1000/1000)
Poderes:
Poderes do animal:

MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   Qua Out 10, 2012 8:25 pm

Chegando na escola, sento numa cadeira encontrada no dormitório feminino muito cansada,pois viajei de longe para ir para lá.Depois eu penso:

"Acho que é melhor ver minha missão"

Vejo a missão sobre o Diablo e faço uma cara de "OQUE?" e vejo oque é um Diablo dai eu me alivio, mas não tanto, pois será uma missão difícil. Eu chamo Kattsuna(Minha cadela), pego meu arco e minhas flechas de fogo e saio a procura do Diablo. Depois de várias horas e dias procurando eu vejo uma mancha se passar muito rápido.Eu assustada digo:

- KATTSUNA!O que foi isso?

Logo aparece a mancha novamente, eu pego minhas flechas e atiro na mancha.Aparece uma criatura parecida com um humano com chifres, asas de dragão e pele vermelha. Eu então me lembro que é aquilo um Diablo, eu atirei de novo e o Diablo novamente aparece. Pego uma flecha de paralização, mesmo sabendo que não funciona por tanto tempo com monstros.. apenas em 3 min. atiro no Diablo e ele fica paralizado dizendo umas palavras esquisitas que nem é melhor traduzir. o.o Eu então volto as minhas flechas de fogo e digo:

- Kattsuna! Agora!

Kattsuna pega uma flecha de fogo, e sabendo que ela é rápida, corre e enfia a flecha no peito do Diablo eu em seguida jogo uma flecha envenenada e ele cai no chão.. eu me transformo numa águia e Kattsuna pega um pedaço de cipó ,amarra nele e da a outr\a ponta no meu bico. eu voo até um buraco e enterro-o.
Volto a minha forma normal e digo
Missão cumprida!
logo depois eu tomo um banho e caio na cama. lendo um livro sobre magia.



*Ass.
Mary


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Missões da East-Wolf   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Missões da East-Wolf
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Missão Pyetro - Fantasma
» Missão de Alexia
» Bingo Book Missões
» RPG Maker XP ou Wolf RPG Editor??
» Missão de rank C - Aula de Ninjutsu!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Escola Sobrenatural RPG :: Missões :: Missões Mensais Fáceis (Nv. 0 a 250)-
Ir para: